banner-nov-black-vazante-nov2021.jpg

Golpe da falsa venda de veículo faz vítima em Guarda-Mor; prejuízo foi de mais de 30 mil reais

Um homem de 23 anos foi vítima do golpe da falsa venda de veículos em Guarda-Mor, na terça-feira (5/5). O prejuízo foi de quase 32 mil reais.

De acordo com a PM, a vítima compareceu ao Quartel da Polícia Militar de Paracatu relatando que havia sido vítima de uma fraude através do anúncio da venda de um veículo por um site da internet.

Segundo ele, indivíduo “Eduardo” havia anunciado a venda de um veículo GM/Cruze, no Facebook, por meio do Facevendas no valor de R$ 45 mil, valor este bem abaixo do preço de mercado do veículo.

A vítima saiu de Guarda-Mor para se encontrar com Eduardo em Paracatu. Contudo, ao chegar no local combinado encontrou outra pessoa, um homem de 25 anos, dizendo ser o verdadeiro proprietário do veículo, e que Eduardo estaria intermediando a venda do carro para receber parte do valor como gratificação.

Durante a negociação, o falsário solicitou que vítima transferisse a quantia de R$ 40.000,00 a Eduardo, sendo efetuada inicialmente a transferência de R$31.700,00, via PIX, para a conta da esposa de Eduardo (Andressa Guimarães Pereira), CPF 154.590.057-44. Posteriormente, Eduardo iria enviar sua localização para a vítima, para que fosse repassado em mãos o restante do valor em dinheiro.

Segundo a vítima, após a transação, Eduardo não atendeu mais suas ligações. Quando questionou ao real proprietário do veículo, sobre a pessoa de Eduardo, ele disse que não o conhecia e nem nunca havia feito contato pessoal com ele. O dono do carro relatou que o veículo estava em nome de sua esposa e foi anunciado no site OLX pelo valor de R$ 50.000,00. Relatou ainda, que Eduardo havia entrado em contato com ele, via WhatsApp, dizendo ter interesse em ficar com o carro. Contudo, o veículo seria usado para pagar uma dívida com um cliente.

O proprietário do veículo disse ainda, que o falsário teria lhe pedido para não comentar sobre o valor do veículo em negociação e que o dinheiro seria transferido assim que a vítima visse o carro. Ele relatou ainda, que quando soube que o veículo estava sendo negociado pelo valor de R$ 40.000,00, logo percebeu que se tratava de uma fraude, pois em tese, estaria R$ 10.000,00 abaixo do valor de mercado.

Não foram repassadas mais informações sobre o caso, que deve ser investigado pela Polícia Civil.

Fonte: Boa Nova FM

0 visualização0 comentário