Crianças denunciam homem de 65 anos que teria lhes abusado sexualmente em Patos de Minas

A Polícia Militar foi acionada neste domingo (07) para registrar uma ocorrência de abuso sexual contra crianças em Patos de Minas. As meninas relataram que o homem de 65 anos teria lhes tirado a roupa e lhes passado a mão nas partes íntimas. Os relatos foram gravados por uma policial militar feminina. O autor só não foi preso por estar fora do flagrante.

O registro foi feito por volta das 9h30 e tudo aconteceu no Bairro Santa Luzia. A mãe da criança de 5 anos relatou que, há alguns dias, quando a filha estava na casa do acusado, ele retirou a bermuda dele e acariciou a genitália dela. A mãe disse que mora de aluguel em uma casa do acusado e que o conhece há vários anos. Ela disse que acredita que o fato ocorreu em uma data em que ele foi até a casa dela e pediu para deixar a filha ir até a casa dele, pois havia uma sobrinha dele lá e que estavam assando carne.

A mãe da outra garotinha de 8 anos disse que as crianças vão muito na casa do acusado pedir frutas. Ela relatou que, em outra data, o acusado levou sua filha para o quarto retirou sua bermuda e começou a passar a mão na parte íntima dela e a cheirar o pescoço e chupar os seios dela e ainda deu um beijo na boca da criança. Ela disse que se ela contasse para o pai ou para a mãe dela iria acontecer coisa pior com ela.

Uma policial feminina compareceu ao local e conversou com as vítimas e, durante a conversa, que foi gravada com autorização dos pais, a menina de 5 anos relatou que: ele tirou a calcinha dela e “fez cosquinha” na parte íntima dela com os dedos, que ele deu beijinho lá e, quando ela disse que ia contar para a mãe, ele disse para ela não “teimar com ele”. Ela disse que contou para a mãe dela no mesmo dia, porém a polícia não foi acionada por medo de o pai matá-lo e ser preso.

A garotinha de 8 anos disse que, em outro dia, estavam ela, a vítima de 5 anos e outra amiga, sendo que ele a levou para o quarto dele tirou o short dela e ficou passando a mão na parte íntima dela, beijou o pescoço, beijou a boca e ela disse que iria contar para a mãe dela e ele disse que se contasse iria fazer “trem mais pior com ela”. Da outra colega, ele teria tirado a blusa dela e ficado passando a mão nela. Os fatos com a garotinha de 5 anos aconteceram há cerca de 3 meses e que ele fica dando presente para elas, como: bombons, tiara; para não contar para os pais.

A Polícia Militar fez contado com o acusado o qual tomou conhecimento das denúncias e negou as acusações, não sendo preso por não estar em situação de flagrante delito.

Patos Hoje

0 visualização0 comentário
28-02-22-banner-vazante-1.gif