banner-vazante-conexao-do-bem-jan2021-scaled.jpg

Corpo de mulher é violado e tem genitália cortada em cemitério no interior de Minas


A Polícia Civil investiga um cado de violação de túmulo no cemitério do distrito de Flor de Minas, em Gurinhatã, no Triângulo Mineiro. O corpo infringido é de uma jovem, morta aos 27 anos vítima de complicações da covid-19 e sepultada no último sábado (12).


A violação foi descoberta por um servidor público, que presta serviço de manutenção no cemitério. Ivanildo Freire relata ter se assustado ao constatar o túmulo aberto. “Quando passei no corredor, pensei que fosse alguém me assustando. Meu chefe ligou para o prefeito da cidade, que acionou a polícia.”


A Polícia Militar constatou a violação do cadáver. O cemitério não possui câmeras de segurança e não há testemunhas do crime. Com isso, não há, até o momento, suspeitos.

Conforme o delegado Luiz Antônio Minas, da Polícia Civil, a perícia inicial constatou a retirada da genitália do corpo.


Pai da vítima, João Batista Pereira, falou com a reportagem. “Ela estava toda fora do caixão, com as partes íntimas cortadas. Do jeito que fizeram, largaram e foram embora. Isso não deve ser feito com um ser humano”, desabafou.


A vítima era natural do distrito de Flor de Minas, mas morava em Ituiutaba, também no Triângulo Mineiro, onde trabalhava como vendedora.


Fonte: Patos Agora

383 visualizações0 comentário