banner-vazante-conexao-do-bem-jan2021-scaled.jpg

Caso de raiva bovina é registrado em Guarda-Mor

Ilustrativo

Um caso de raiva bovina foi registrado em uma propriedade na região do Campo Alegre, em Guarda-Mor, após a morte de 15 animais. O material foi coletado de um dos animais, ficando comprovada a presença do vírus da raiva.

De acordo com o veterinário do Ima do Município, José Paulo Dos Reis, os animais que foram a óbito apresentava sintomas semelhantes, mas não foi possível afirmar se também morreram pela doença. As carcaças dos bovinos mortos foram incineradas ou enterradas.

O IMA esteve na propriedade, coletou material para análise laboratorial e recomendou a vacinação de 100% do rebanho da propriedade. Nesses casos é importante fazer um reforço, repetindo a vacina depois de 30 dias para ter uma resposta imunológica eficiente.

O IMA recomenda que o produtor rural faça a vacinação anual dos animais, e atenção ao esconderijo do morcego hematófago. Se aparecer animais com picadas característica de morcego, que geralmente é na região do pescoço do animal e na região lombar, esses produtores devem ser vacinados imediatamente e receber o reforço após 30 dias.

O produtor que tiver incidência de morcego hematófago em esconderijo, como grutas e casas abandonadas na sua propriedade, deve entrar em contato com o IMA do Município. Este, fará contato com equipe de Patos de Minas para fazer o controle dos morcegos.

Por Anderson Franque com informações Boa Nova FM

0 visualização0 comentário